fbpx

7 Dicas para quem pretende começar a correr!

O desejo de melhorar a condição física leva muitas pessoas a começar a correr. No entanto, existem fatores que são descurados pelos corredores, não potencializando ao máximo as vantagens desta prática.

Iniciar-se na corrida sem ter orientação técnica acaba, na maioria dos casos, por resultar em problemas que colocam em causa o bem-estar físico. Destacam-se as lesões originadas por uma técnica incorreta ou uma deficiente preparação física geral, nomeadamente a ausência de reforço muscular.

Os locais para a prática de running têm também uma influência determinante. O piso é um aspeto a considerar no momento de iniciar esta atividade desportiva. Nesse sentido, fazê-lo na rua, pista ou ginásio tem vantagens, mas também desvantagens.

Escolher um local para correr

A escolha de um local para começar a correr implica ponderar certos fatores. Um aconselhamento técnico é importante na hora de decidir. No entanto, saiba que é possível combinar vários espaços e pisos.

• Correr na rua

Começar a correr na rua tem várias vantagens. À partida, possibilita-lhe uma grande variedade de percursos, o que acaba por ser um aspeto motivante. Por outro lado, se o fizer em parques ou jardins, tem a possibilidade de respirar ar puro e desfrutar da Natureza. Tem também à disposição pisos menos duros, como terra batida ou relva.

No entanto, correr na rua tem associados alguns riscos. Se escolher a cidade, a poluição, o trânsito e os pisos irregulares são prejudiciais. Inflamações nos tendões e músculos e entorses nos membros inferiores são as lesões mais comuns.

• Correr em pista

A utilização da pista de atletismo é vantajosa por ser um espaço adequado à corrida. O piso é regular e mais macio para correr, o que reduz a probabilidade de lesões. Por outro lado, é mais fácil encontrar parceiros de corrida.

Em Portugal, não existem muitas pistas disponíveis para a população. Além disso, correr em circuito e sempre no mesmo local pode ser desmotivante.

• Correr em ginásio

A utilização do ginásio para correr permite, desde logo, prevenir-se das intempéries. O ambiente é controlado, o que reduz os riscos associados à rua. Ao mesmo tempo, é-lhe garantido um apoio técnico mais próximo.

7 Dicas para começar a correr

Se está a pensar começar a correr, é importante ter em atenção algumas condicionantes. Não se esqueça de que o seu bem-estar físico está em jogo. Siga os nossos conselhos e treine em segurança.

1. Use roupa e calçado confortável

A roupa e o calçado de treino são peças fundamentais numa boa prática de exercício físico. A higiene e a respiração da pele beneficiam quando usa vestuário apropriado.

A utilização de sapatilhas adequadas à corrida é um passo determinante para prevenir lesões. Estas devem ser escolhidas tendo em conta o piso onde vai correr e se tem um tipo de pegada pronada, supinada ou neutra.

Não se esqueça também de utilizar roupa ou adereços refletores caso vá para a rua à noite. É fundamental para a sua segurança!

2. Faça reforço muscular

Para uma prática desportiva positiva, não se dedique apenas à corrida. Deve complementá-la com exercícios de reforço muscular, principalmente na estabilização da bacia, musculatura das coxas e mesmo dos ombros. Deve também trabalhar outros grupos musculares, por exemplo dos membros superiores. Tudo isto permitir-lhe-á um equilíbrio saudável do seu corpo.

3. Aperfeiçoe a técnica de corrida

Embora correr pareça uma atividade física fácil, fazê-lo corretamente pode não ser tão simples. Muitas vezes, os atletas adotam estilos de corrida errados. Daí advêm consequências como lesões, menor capacidade de esforço e mal-estar durante o exercício.

Desse modo, é importante realizar exercícios de técnica de corrida. Se não tiver ajuda de um profissional, tente arranjar formas de se filmar, a fim de corrigir erros mais evidentes.

4. Varie nos modos de corrida

Quando começar a correr, não adote sempre o mesmo estilo. Varie nos tipos de treino para, ao fim de algum tempo, não se sentir desmotivado. Realizar séries intervaladas em distância ou tempo, fartlek, corrida progressiva ou monitorizar o tempo em certas distâncias são algumas das opções.

5. Corra acompanhado

Se vai começar a correr, opte por fazê-lo acompanhado. É mais motivante e desafiador, pois ajuda-o a não cair na monotonia. Além disso, torna-se mais seguro no caso de alguma coisa correr mal.

6. Comece a correr de forma gradual

Quando começar a correr, não defina objetivos irreais, tais como fazer uma meia maratona em 2 meses. O treino de corrida deve ser um processo gradual e sustentado. O ideal é ir aumentando as metas, ganhando experiência e melhorando a postura de corrida.

7. Procure apoio técnico

Mesmo para os mais experientes, o apoio técnico é fundamental, pois permite obter melhores resultados no treino de corrida. Se está a iniciar-se na modalidade, esta necessidade é ainda mais premente.

Saiba que no Go Gym tem profissionais prontos para o ajudar em qualquer dúvida que tenha. Se é sócio, basta pedir o apoio dos professores. Se ainda não treina nos nossos ginásios, este é um pretexto para começar a fazê-lo. Conheça todas as condições no site.

Gostou do nosso artigo? Quer ter acesso a outros conteúdos com dicas para melhorar a sua condição e o seu bem-estar físico? Subscreva o blog!

SUBSCREVA O BLOG

GO GYM
GO GYM
Partilha este artigo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Aceito a Política de Privacidade*Dou o consentimento para o tratamento de dados*

O GO GYM está comprometido com a implementação do RGPD. Para podermos tratar os seus dados pessoais, necessitamos do seu consentimento. Clique aqui para conhecer a nossa Política de Privacidade.